Jump to contentJump to page navigation: previous page [access key p]/next page [access key n]
Aplica-se a SUSE Linux Enterprise Server 15 SP1

14 Configurando uma fonte de instalação de rede

Resumo

Este capítulo descreve como criar um servidor que fornece os dados necessários para instalação do SUSE Linux Enterprise Server por meio da rede.

Dependendo do sistema operacional da máquina usada como fonte de instalação de rede para o SUSE Linux Enterprise Server, haverá várias opções para configuração do servidor. A maneira mais fácil de configurar um servidor de instalação é usar o YaST.

Dica
Dica: Sistema operacional do servidor de instalação

É possível até usar uma máquina Microsoft Windows como o servidor de instalação para implantação do Linux. Consulte a Seção 14.5, “Gerenciando um repositório SMB” para obter os detalhes.

14.1 Configurando um servidor de instalação usando YaST

O YaST oferece uma ferramenta gráfica para criação de repositórios de rede. Ele possui suporte a servidores de instalação em rede HTTP, FTP e NFS.

  1. Efetue login como root na máquina que deverá ser usada como servidor de instalação.

  2. Inicie YaST › Diversos › Servidor de Instalação.

  3. Selecione o tipo de repositório (HTTP, FTP ou NFS). O serviço selecionado é iniciado automaticamente sempre que o sistema é iniciado. Se um serviço do tipo selecionado já estiver em execução no seu sistema e você quiser configurá-lo manualmente para o servidor, desative a configuração automática do serviço de servidor com Não configure serviços de rede. Em ambos os casos, defina o diretório em que os dados da instalação devem estar disponíveis no servidor.

  4. Configure o tipo de repositório necessário. Esta etapa refere-se à configuração automática dos serviços de servidor. Ela é ignorada quando a configuração automática está desativada.

    Defina um álias para o diretório raiz do servidor FTP ou HTTP no qual os dados de instalação devem ser encontrados. O repositório será armazenado em ftp://IP-Servidor/Álias/Nome (FTP) ou em http://IP-Servidor/Álias/Nome (HTTP). Nome é o nome do repositório, definido na etapa a seguir. Se você tiver selecionado NFS na etapa anterior, defina caracteres curingas e opções de exportação. O servidor NFS estará disponível em nfs://IP do servidor/Nome. Detalhes sobre NFS e exportações são encontrados no Chapter 34, Sharing File Systems with NFS.

    Dica
    Dica: Configurações de Firewall

    Verifique se as configurações de firewall do seu sistema de servidor permitem tráfego nas portas para HTTP, NFS e FTP. Se não for permitido, habilite Abrir Porta no Firewall ou marque primeiro Detalhes do Firewall.

  5. Configure o repositório. Antes de copiar as mídias de instalação para o destino, defina o nome do repositório (o ideal é uma abreviação do produto e da versão fácil de se lembrar). O YaST permite gerar imagens ISO das mídias, em vez de cópias dos DVDs de instalação. Se desejar, ative a caixa de seleção relevante e especifique o caminho de diretório no qual os arquivos ISO podem ser encontrados localmente. Dependendo do produto que será distribuído usando este servidor de instalação, talvez seja necessário adicionar mídias, como DVDs de pacote de serviço, como repositórios extras. Para anunciar o servidor de instalação na rede por OpenSLP, ative a opção adequada.

    Dica
    Dica: Anunciando o repositório

    Considere anunciar seu repositório por OpenSLP, se a sua configuração de rede suportar essa opção. Isto o livra de digitar o caminho de instalação da rede em todas as máquinas de destino. Os sistemas de destino são inicializados usando o parâmetro de boot SLP e encontram o repositório de rede sem nenhuma outra configuração. Para obter os detalhes sobre esta opção, consulte a Capítulo 7, Parâmetros de boot.

  6. Configurando repositórios extras. O YaST segue uma convenção de nomeação específica para configurar repositórios de CD complementares ou de pacote de serviço. A configuração será aceita apenas se o nome do repositório dos CDs complementares começar com o nome do repositório da mídia de instalação. Em outras palavras, se você escolheu SLES12SP1 como nome do repositório para DVD1, deve escolher SLES12SP1addon como nome do repositório para DVD2.

  7. Faça o upload dos dados de instalação. A etapa mais extensa da configuração do servidor de instalação é a cópia das mídias de instalação reais. Insira a mídia na sequência solicitada pelo YaST e aguarde o término do procedimento de cópia. Quando as fontes forem totalmente copiadas, retorne à visão geral dos repositórios existentes e feche a configuração selecionando Concluir.

    O seu servidor de instalação agora está totalmente configurado e pronto para serviço. Ele é inicializado automaticamente toda vez que o sistema é iniciado. Nenhuma outra intervenção é necessária. Você apenas precisará configurar e iniciar esse serviço correta e manualmente se tiver desativado a configuração automática do serviço de rede selecionado com YaST como etapa inicial.

Para desativar um repositório, selecione o repositório que deseja remover e selecione Apagar. Os dados de instalação são removidos do sistema. Para desativar o serviço de rede, use o respectivo módulo do YaST.

Se o servidor de instalação precisar fornecer os dados de instalação para mais de um produto de determinada versão, inicie o módulo de servidor de instalação do YaST. Em seguida, selecione Adicionar na visão geral dos repositórios existentes para configurar o novo repositório.

14.2 Configurando um repositório NFS manualmente

A configuração de uma fonte NFS para instalação é feita em duas etapas principais. Na primeira etapa, crie a estrutura de diretório que manterá os dados de instalação e copie a mídia de instalação nessa estrutura. Em seguida, exporte o diretório que manterá os dados de instalação para a rede.

Para criar um diretório para manter os dados de instalação, faça o seguinte:

  1. Efetue login como root.

  2. Crie um diretório que depois mantenha todos os dados de instalação e mude para esse diretório. Por exemplo:

    root # mkdir /srv/install/PRODUCT/PRODUCTVERSION
    root # cd /srv/install/PRODUCT/PRODUCTVERSION

    Substitua PRODUTO por uma abreviação do nome do produto e VERSÃODOPRODUTO por uma string que inclua o nome e a versão do produto.

  3. Para cada DVD incluído no kit de mídias, execute os seguintes comandos:

    1. Copie todo o conteúdo do DVD de instalação para o diretório do servidor de instalação:

      root # cp -a /media/PATH_TO_YOUR_DVD_DRIVE .

      Substitua CAMINHO_PARA_UNIDADE_DE_DVD pelo caminho real onde está a unidade de DVD. Dependendo do tipo de unidade usado no seu sistema, as opções são cdrom, cdrecorder, dvd ou dvdrecorder.

    2. Renomeie o diretório com o número do DVD:

      root # mv PATH_TO_YOUR_DVD_DRIVE DVDX

      Substitua X pelo número real do DVD.

No SUSE Linux Enterprise Server, você pode exportar o repositório com NFS usando o YaST. Proceda da seguinte maneira:

  1. Efetue login como root.

  2. Inicie YaST › Serviços de Rede › Servidor NFS.

  3. Selecione Iniciar e Abrir Porta no Firewall e clique em Avançar.

  4. Selecione Adicionar Diretório e procure o diretório com as fontes de instalação. Neste caso, o diretório é VERSÃODOPRODUTO.

  5. Selecione Adicionar Host e digite os nomes de host das máquinas para as quais exportar os dados de instalação. Em vez de especificar os nomes de host aqui, você também pode usar curingas, faixas de endereços de rede ou o nome de domínio da sua rede. Digite as opções de exportação adequadas ou mantenha o padrão, que funciona bem na maioria das configurações. Para obter mais informações sobre a sintaxe usada na exportação de compartilhamentos NFS, leia a página de manual sobre exports.

  6. Clique em Concluir. O servidor NFS que armazena o repositório do SUSE Linux Enterprise Server é iniciado automaticamente e integrado ao processo de boot.

Para exportar o repositório manualmente por meio do NFS, em vez de usar o módulo de Servidor NFS do YaST, faça o seguinte:

  1. Efetue login como root.

  2. Abra o arquivo /etc/exports e digite a seguinte linha:

    /PRODUCTVERSION *(ro,root_squash,sync)

    Isso exportará o diretório /VERSÃODOPRODUTO para qualquer host que faça parte desta rede ou para qualquer host que possa se conectar a este servidor. Para limitar o acesso a este servidor, use máscaras de rede ou nomes de domínio em vez do curinga geral *. Consulte a página de manual de export para obter os detalhes. Grave e saia deste arquivo de configuração.

  3. Para adicionar o serviço NFS à lista de servidores iniciados durante a inicialização do sistema, execute os seguintes comandos:

    root # systemctl enable nfsserver
  4. Inicie o servidor NFS com systemctl start nfsserver. Se você precisa mudar a configuração do servidor NFS posteriormente, modifique o arquivo de configuração e reinicie o daemon NFS com systemctl restart nfsserver.

Anunciar o servidor NFS por OpenSLP faz o seu endereço ser conhecido por todos os clientes da sua rede.

  1. Efetue login como root.

  2. Crie o arquivo de configuração /etc/slp.reg.d/install.suse.nfs.reg com as seguintes linhas:

    # Register the NFS Installation Server
    service:install.suse:nfs://$HOSTNAME/PATH_TO_REPOSITORY/DVD1,en,65535
    description=NFS Repository

    Substitua CAMINHO_PARA_REPOSITÓRIO pelo caminho real da fonte de instalação no servidor.

  3. Inicie o daemon OpenSLP com systemctl start slpd.

Para obter mais informações sobre OpenSLP, consulte a documentação do pacote localizada em /usr/share/doc/packages/openslp/ ou consulte o Chapter 37, SLP. Para obter mais informações sobre o NFS, consulte o Chapter 34, Sharing File Systems with NFS.

14.3 Configurando um repositório FTP manualmente

A criação do repositório FTP é bem parecida com a do repositório NFS. O repositório FTP também pode ser anunciado pela rede usando OpenSLP.

  1. Crie um diretório que mantenha as fontes de instalação como descrito na Seção 14.2, “Configurando um repositório NFS manualmente”.

  2. Configure o servidor FTP para distribuir o conteúdo do seu diretório de instalação:

    1. Efetue login como root e instale o pacote vsftpd usando o gerenciamento de software do YaST.

    2. Digite o diretório raiz do servidor FTP:

      root # cd /srv/ftp
    3. Crie um subdiretório que mantenha as fontes de instalação no diretório raiz do FTP:

      root # mkdir REPOSITORY

      Substitua REPOSITÓRIO pelo nome do produto.

    4. Monte o conteúdo do repositório de instalação no ambiente raiz de mudanças do servidor FTP:

      root # mount --bind PATH_TO_REPOSITORY /srv/ftp/REPOSITORY

      Substitua CAMINHO_PARA_REPOSITÓRIO e REPOSITÓRIO pelos valores correspondentes à sua configuração. Se precisar tornar os valores permanentes, adicione-os a /etc/fstab.

    5. Inicie vsftpd com vsftpd.

  3. Anuncie o repositório por OpenSLP, se for suportado pela sua configuração de rede:

    1. Crie o arquivo de configuração /etc/slp.reg.d/install.suse.ftp.reg com as seguintes linhas:

      # Register the FTP Installation Server
      service:install.suse:ftp://$HOSTNAME/REPOSITORY/DVD1,en,65535
      description=FTP Repository

      Substitua REPOSITÓRIO pelo nome real do diretório do repositório no servidor. A linha service: deve ser digitada como uma linha contínua.

    2. Inicie o daemon OpenSLP com systemctl start slpd.

Dica
Dica: Configurando um servidor FTP com o YaST

Se você prefere usar o YaST em vez de configurar o servidor de instalação FTP manualmente, consulte o Chapter 39, Setting Up an FTP Server with YaST.

14.4 Configurando um repositório HTTP manualmente

A criação do repositório HTTP é bem parecida com a do repositório NFS. O repositório HTTP também pode ser anunciado pela rede usando OpenSLP.

  1. Crie um diretório que mantenha as fontes de instalação como descrito na Seção 14.2, “Configurando um repositório NFS manualmente”.

  2. Configure o servidor HTTP para distribuir o conteúdo do seu diretório de instalação:

    1. Instale o servidor Web Apache como descrito na Section 38.1.2, “Installation”.

    2. Insira o diretório root do servidor HTTP (/srv/www/htdocs) e crie o subdiretório que armazenará as fontes de instalação:

      root # mkdir REPOSITORY

      Substitua REPOSITÓRIO pelo nome do produto.

    3. Crie um link simbólico do local das fontes de instalação para o diretório raiz do servidor Web (/srv/www/htdocs):

      root # ln -s /PATH_TO_REPOSITORY/srv/www/htdocs/REPOSITORY
    4. Modifique o arquivo de configuração do servidor HTTP (/etc/apache2/default-server.conf) para fazê-lo seguir links simbólicos. Substitua a seguinte linha:

      Options None

      with

      Options Indexes FollowSymLinks
    5. Recarregue a configuração do servidor HTTP usando systemctl reload apache2.

  3. Anuncie o repositório por OpenSLP, se for suportado pela sua configuração de rede:

    1. Crie o arquivo de configuração /etc/slp.reg.d/install.suse.http.reg com as seguintes linhas:

      # Register the HTTP Installation Server
      service:install.suse:http://$HOSTNAME/REPOSITORY/DVD1/,en,65535
      description=HTTP Repository

      Substitua REPOSITÓRIO pelo caminho real do repositório no servidor. A linha service: deve ser digitada como uma linha contínua.

    2. Inicie o daemon OpenSLP usando systemctl start slpd.

14.5 Gerenciando um repositório SMB

Com o SMB, é possível importar as fontes de instalação de um servidor Microsoft Windows e iniciar a implantação do Linux mesmo sem nenhuma máquina Linux.

Para configurar um Compartilhamento do Windows exportado para armazenar o repositório do SUSE Linux Enterprise Server, faça o seguinte:

  1. Efetue login na sua máquina Windows.

  2. Crie um novo diretório para armazenar toda a árvore de instalação chamado INSTALL, por exemplo.

  3. Exporte esse compartilhamento de acordo com o procedimento descrito na documentação do Windows.

  4. Entre nesse compartilhamento e crie um subdiretório chamado PRODUTO. Substitua PRODUTO pelo nome real do produto.

  5. Entre no diretório INSTALL/PRODUTO e copie cada DVD em um diretório separado, como DVD1 e DVD2.

Para usar um compartilhamento SMB montado como repositório, faça o seguinte:

  1. Inicialize o destino de instalação.

  2. Selecione Instalação.

  3. Pressione F4 para a seleção do repositório.

  4. Escolha SMB e digite o nome ou endereço IP da máquina Windows, o nome do compartilhamento (INSTALL/PRODUTO/DVD1, neste exemplo), o nome de usuário e a senha. A sintaxe é parecida com esta:

    smb://workdomain;user:password@server/INSTALL/DVD1

    Depois que você pressionar Enter, o YaST será iniciado, e você poderá executar a instalação.

14.6 Usando imagens ISO da mídia de instalação no servidor

Em vez de copiar as mídias físicas no diretório de servidor manualmente, você pode também montar as imagens ISO das mídias de instalação em seu servidor de instalação e usá-las como repositório. Para configurar um servidor HTTP, NFS ou FTP que usa imagens ISO em vez de cópias de mídia, faça o seguinte:

  1. Faça download das imagens ISO e grave-as na máquina a ser usada como servidor de instalação.

  2. Efetue login como root.

  3. Escolha e crie um local apropriado para os dados de instalação, conforme descrito na Seção 14.2, “Configurando um repositório NFS manualmente”, na Seção 14.3, “Configurando um repositório FTP manualmente” ou na Seção 14.4, “Configurando um repositório HTTP manualmente”.

  4. Crie subdiretórios para cada DVD.

  5. Para montar e descompactar cada imagem ISO no local final, emita o seguinte comando:

    root # mount -o loop PATH_TO_ISO PATH_TO_REPOSITORY/PRODUCT/MEDIUMX

    Substitua CAMINHO_PARA_ISO pelo caminho da cópia local da imagem ISO. Substitua CAMINHO_PARA_REPOSITÓRIO pelo diretório de origem do servidor. Substitua PRODUTO pelo nome do produto e substitua MÍDIAX pelo tipo (CD ou DVD) e pelo número da mídia que você está usando.

  6. Repita a etapa anterior para montar todas as imagens ISO necessárias ao seu produto.

  7. Inicie seu servidor de instalação normalmente, conforme descrito na Seção 14.2, “Configurando um repositório NFS manualmente”, na Seção 14.3, “Configurando um repositório FTP manualmente” ou na Seção 14.4, “Configurando um repositório HTTP manualmente”.

Para montar as imagens ISO automaticamente no momento do boot, adicione as respectivas entradas de montagem a /etc/fstab. Uma entrada de acordo com o exemplo anterior seria semelhante a esta:

PATH_TO_ISO PATH_TO_REPOSITORY/PRODUCTMEDIUM auto loop
Imprimir esta página