Jump to contentJump to page navigation: previous page [access key p]/next page [access key n]
Aplica-se a SUSE Linux Enterprise Server 15 SP1

1 Planejando-se para o SUSE Linux Enterprise Server

Resumo

Este capítulo descreve algumas considerações básicas antes de instalar o SUSE Linux Enterprise Server.

1.1 Considerações sobre a implantação do SUSE Linux Enterprise Server

A implementação de um sistema operacional em um ambiente de TI existente ou como uma implantação totalmente nova deve ser cuidadosamente preparada. No início do processo de planejamento, você deve tentar definir os objetivos do projeto e os recursos necessários. Isso deve ser feito individualmente para cada projeto, mas as perguntas a serem respondidas devem incluir o seguinte:

  • Quantas instalações devem ser feitas? Isso influenciará na escolha do melhor método de implantação.

  • O sistema será executado como um host físico ou como uma máquina virtual?

  • O sistema estará em um ambiente hostil? Consulte o Chapter 1, Security and Confidentiality para obter uma visão geral das consequências.

  • Como você obterá atualizações regulares? Todos os patches são fornecidos online para usuários registrados. Encontre o banco de dados de suporte a registro e patch em http://download.suse.com/.

  • Precisa de ajuda para executar a sua instalação local? O SUSE oferece treinamento, suporte e consultoria sobre todos os tópicos referentes ao SUSE Linux Enterprise Server. Encontre mais informações sobre isso em https://www.suse.com/products/server/.

  • Precisa de produtos de terceiros? Verifique se o produto necessário também é suportado na plataforma desejada. O SUSE também oferece ajuda para dar suporte ao software em diferentes plataformas, quando necessário.

1.2 Implantação do SUSE Linux Enterprise Server

Para assegurar que seu sistema seja executado sem falhas, tente sempre usar hardware certificado. O processo de certificação de hardware é contínuo e o banco de dados de hardware certificado é atualizado regularmente. Encontre a forma de pesquisa de hardware certificado em http://www.suse.com/yessearch/Search.jsp.

Dependendo do número de instalações desejadas, vale a pena usar servidores de instalação ou até mesmo instalações totalmente automáticas. Ao usar as tecnologias de virtualização Xen ou KVM, convém considerar os sistemas de arquivos raiz de rede ou as soluções de armazenamento de rede, como iSCSI.

O SUSE Linux Enterprise Server oferece uma ampla variedade de serviços. Encontre uma visão geral da documentação desse manual em About This Guide. A maioria das configurações necessárias pode ser feita com o YaST, o utilitário de configuração do SUSE. Além disso, várias configurações manuais são descritas nos capítulos correspondentes.

Além da instalação de software simples, você deve considerar o treinamento dos usuários finais dos sistemas e da equipe de suporte técnico.

Nota
Nota: Terminologia

Nas seções a seguir, o sistema que armazenará a instalação do novo SUSE Linux Enterprise Server é chamado de sistema de destino ou destino de instalação. O termo repositório (antes chamado de fonte de instalação) é usado para todas as fontes de dados de instalação. Isso inclui mídia física, como CD e DVD e servidores de rede que distribuem os dados de instalação na sua rede.

1.3 Executando o SUSE Linux Enterprise Server

O sistema operacional SUSE Linux Enterprise Server é um sistema estável completamente testado. Infelizmente, isso não impede falhas de hardware ou outras causas de tempo de espera ou perda de dados. Para qualquer tarefa de computação séria em que possa ocorrer perda de dados, deve ser feito backup regular.

Para garantir a segurança ideal e a proteção dos dados, você deve fazer atualizações regulares das máquinas utilizadas. Se você tem um servidor crítico, deve executar uma segunda máquina idêntica (pré-produção) que pode ser usada para testar todas as mudanças. Desse modo, você também poderá alternar entre as máquinas no caso de falha de hardware.

1.4 Registrando o SUSE Linux Enterprise Server

Para obter suporte técnico e atualizações de produto, é necessário registrar e ativar seu produto SUSE no SUSE Customer Center. É recomendável o registro durante a instalação, pois isso permitirá instalar o sistema com as últimas atualizações e patches disponíveis. Contudo, se você estiver offline ou quiser ignorar a etapa de registro, poderá registrar a qualquer momento após a instalação do sistema.

Se a sua organização não tem um servidor de registro local disponível, o registro do SUSE Linux Enterprise requer uma conta do SUSE Customer Center. Se você ainda não tem essa conta, vá para a home page do SUSE Customer Center (https://scc.suse.com/) para criar uma.

Durante a instalação, será solicitado para você digitar seu código de registro. Para obter os detalhes, consulte a Seção 8.7, “Registro”.

Se você implantar as instâncias automaticamente usando o AutoYaST, poderá registrar o sistema durante a instalação, fornecendo as respectivas informações no arquivo de controle do AutoYaST. Para obter os detalhes, consulte o Section 4.3, “System Registration and Extension Selection”.

Para registrar um sistema já instalado, consulte a Seção 17.2, “Registrando um sistema instalado”.

Imprimir esta página