Jump to contentJump to page navigation: previous page [access key p]/next page [access key n]
Aplica-se a SUSE Linux Enterprise Server 15 SP1

17 Instalando ou removendo software

Resumo

Use a ferramenta de gerenciamento de software do YaST para pesquisar os componentes de software que deseja adicionar ou remover. O YaST resolve todas as dependências para você. Para instalar pacotes que não acompanham a mídia de instalação, adicione repositórios de software à configuração e deixe que o YaST os gerencie. Mantenha seu sistema atualizado gerenciando as atualizações de software com o applet de atualização.

Mude a coleção de softwares do seu sistema com o Gerenciador de Software do YaST. Esse módulo do YaST está disponível em dois tipos: uma variante gráfica para o X Window e uma variante baseada em texto para usar na linha de comando. O tipo gráfico está descrito aqui. Para saber detalhes do YaST baseado em texto, consulte o Chapter 5, YaST in Text Mode.

Nota
Nota: Confirmação e revisão das mudanças

Durante a instalação, atualização ou remoção de pacotes, qualquer mudança no Gerenciador de Software será aplicada apenas depois de clicar em Aceitar ou Aplicar. O YaST mantém uma lista com todas as ações, assim você pode revisar e fazer as mudanças antes de aplicá-las ao sistema.

17.1 Definição de termos

Os seguintes termos são importantes para entender a instalação e remoção do software no SUSE Linux Enterprise Server.

Repositório

Um diretório local ou remoto incluindo pacotes e informações adicionais sobre eles (metadados do pacote).

(Repositório) Álias/Nome do Repositório

O nome abreviado do repositório (chamado de Álias no Zypper e o Nome do Repositório no YaST). Ele pode ser escolhido pelo usuário ao adicionar um repositório e deve ser exclusivo.

Arquivos de Descrição de Repositório

Cada repositório inclui arquivos que descrevem o conteúdo do repositório (nomes e versões de pacotes, etc). O download desses arquivos de descrição de repositório é feito em um cache local usado pelo YaST.

Produto

Representa um produto completo, por exemplo, o SUSE® Linux Enterprise Server.

Padrão

Um padrão é um grupo instalável de pacotes dedicado a um fim específico. Por exemplo, o padrão Laptop inclui todos os pacotes necessários a um ambiente de computação móvel. Os padrões definem as dependências dos pacotes (como os pacotes necessários ou recomendados) e vêm com uma pré-seleção de pacotes marcados para instalação. Isso garante que os pacotes mais importantes necessários a determinado propósito fiquem disponíveis no sistema após a instalação do padrão. Se necessário, você poderá selecionar ou anular a seleção manualmente dos pacotes em um padrão.

Pacote

Um pacote é um arquivo compactado em formato rpm que inclui os arquivos de determinado programa.

Patch

Um patch consiste em um ou mais pacotes e pode ser aplicado por meio de RPMs delta. Ele também pode introduzir dependências nos pacotes que ainda não estão instalados.

Resolvível

Um termo genérico para produto, padrão, pacote ou patch. O tipo de resolvível usado com mais frequência é um pacote ou um patch.

RPM Delta

RPM Delta consiste apenas na diferença binária entre duas versões definidas de um pacote e, portanto, tem o menor tamanho de download. Antes de ser instalado, o pacote RPM completo é reconstruído na máquina local.

Dependências de pacotes

Determinados pacotes dependem de outros, como as bibliotecas compartilhadas. Em outros termos, o pacote pode exigir outros pacotes (se os pacotes necessários não estiverem disponíveis, o pacote não será instalado). Além das dependências (requisitos de pacotes) que devem ser atendidas, alguns pacotes recomendam outros pacotes. Esses pacotes recomendados serão instalados apenas se estiverem realmente disponíveis; do contrário, eles serão ignorados e o pacote que os recomendou será instalado de qualquer maneira.

17.2 Registrando um sistema instalado

Se você ignorou o registro durante a instalação ou deseja registrar seu sistema novamente, pode registrá-lo a qualquer momento. Use o módulo Registro de Produto do YaST ou a ferramenta de linha de comando SUSEConnect.

17.2.1 Registrando no YaST

Para registrar o sistema, inicie o YaST e alterne para Software e Registro de Produto.

Por padrão, o sistema é registrado no SUSE Customer Center. Se a sua organização incluir servidores de registro locais, você poderá escolher um na lista de servidores detectados automaticamente ou inserir o URL manualmente.

17.2.2 Registrando no SUSEConnect

Para o registro por linha de comando, use o comando

tux > sudo SUSEConnect -r REGISTRATION_CODE -e EMAIL_ADDRESS

Substitua CÓDIGO_DE_REGISTRO pelo código de registro que você recebeu com a cópia do SUSE Linux Enterprise Server. Substitua ENDEREÇO_DE_E-MAIL pelo endereço de e-mail associado à conta do SUSE que você ou sua organização usa para gerenciar assinaturas.

Para o registro por um servidor de registro local, especifique também o URL para o servidor:

tux > sudo SUSEConnect -r REGISTRATION_CODE -e EMAIL_ADDRESS --url "URL"

17.3 Usando o Gerenciador de Software do YaST

Inicie o gerenciador de software do Centro de Controle do YaST escolhendo Software › Gerenciamento de Software.

17.3.2 Instalando e removendo pacotes ou padrões

Determinados pacotes dependem de outros, como as bibliotecas compartilhadas. Por outro lado, alguns pacotes não podem coexistir com outros no sistema. Se possível, o YaST resolverá automaticamente as dependências ou conflitos. Se a sua escolha resultar em um conflito de dependência que não puder ser automaticamente resolvido, você precisará resolvê-lo manualmente, conforme descrito na Seção 17.3.4, “Dependências de pacotes”.

Nota
Nota: Remoção de pacotes

Ao remover qualquer pacote, por padrão, o YaST só remove os pacotes selecionados. Para que o YaST remova também todos os outros pacotes que forem desnecessários após a remoção do pacote especificado, selecione Opções › Limpar ao apagar pacotes no menu principal.

  1. Pesquise por pacotes conforme descrito na Seção 17.3.1, “Telas para pesquisa de pacotes e padrões”.

  2. Os pacotes encontrados são listados no painel direito. Para instalar um pacote ou removê-lo, clique o botão direito do mouse nele e escolha Instalar ou Apagar. Se a opção relevante não estiver disponível, verifique o status do pacote indicado pelo símbolo que fica na frente do nome do pacote. Pressione ShiftF1 para ver a Ajuda.

    Dica
    Dica: Aplicando uma ação a todos os pacotes da lista

    Para aplicar uma ação a todos os pacotes listados no painel direito, vá para o menu principal e escolha uma ação em Pacote › Tudo Nesta Lista.

  3. Para instalar um padrão, clique o botão direito do mouse no nome do padrão e escolha Instalar.

  4. Não é possível remover um padrão. Em vez disso, selecione os pacotes do padrão que deseja remover e marque-os para remoção.

  5. Para selecionar mais pacotes, repita as etapas mencionadas anteriormente.

  6. Antes de aplicar as mudanças, você pode revisá-las ou modificá-las clicando em Ver › Resumo de Instalação. Por padrão, todos os pacotes que terão seu status modificado são listados.

  7. Para reverter o status de um pacote, clique o botão direito do mouse no pacote e selecione uma das seguintes entradas: Manter, se o pacote foi programado para ser apagado ou atualizado, ou Não Instalar, se ele foi programado para instalação. Para abandonar todas as mudanças e sair do Gerenciador de Software, clique em Cancelar e Abandonar.

  8. Quando tiver concluído, clique em Aceitar para aplicar as mudanças.

  9. Se o YaST encontrar dependências em outros pacotes, será apresentada uma lista dos pacotes que foram escolhidos adicionalmente para instalação, atualização ou remoção. Clique em Continuar para aceitá-los.

    Após a instalação, atualização ou remoção de todos os pacotes selecionados, o Gerenciador de Software do YaST será terminado automaticamente.

Nota
Nota: Instalando pacotes de fonte

Não é possível instalar pacotes de origem com o Gerenciador de Software do YaST. Use a ferramenta de linha de comando zypper para esse procedimento. Para obter mais informações, consulte a Section 6.1.3.5, “Installing or Downloading Source Packages”.

17.3.3 Atualizando Pacotes

Em vez de atualizar pacotes individuais, você pode também atualizar todos os pacotes instalados ou todos os pacotes de determinado repositório. Ao atualizar pacotes em massa, geralmente os seguintes aspectos são considerados:

  • prioridades dos repositórios que fornecem o pacote,

  • arquitetura do pacote (por exemplo, AMD64/Intel 64),

  • número da versão do pacote,

  • fornecedor do pacote.

O aspecto que tem a maior importância na escolha das atualizações candidatas depende da respectiva opção de atualização escolhida.

  1. Para atualizar todos os pacotes instalados para a versão mais recente, escolha Pacote › Todos os Pacotes › Atualizar se houver versão mais nova disponível no menu principal.

    Todos os repositórios são marcados para as possíveis atualizações candidatas, usando a seguinte política: o YaST primeiro tenta restringir a pesquisa aos pacotes com a mesma arquitetura e fornecedor do pacote instalado. Se a pesquisa for positiva, a melhor atualização candidata será selecionada de acordo com o processo a seguir. No entanto, se não for encontrado nenhum pacote comparativo do mesmo fornecedor, a pesquisa será expandida a todos os pacotes com a mesma arquitetura. Se ainda assim nenhum pacote comparativo for encontrado, todos os pacotes serão considerados e a melhor atualização candidata será selecionada de acordo com os seguintes critérios:

    1. Prioridade do repositório: Preferência ao pacote do repositório que tem a prioridade mais alta.

    2. Se esta seleção resultar em mais de um pacote, escolha o que tem a melhor arquitetura (melhor opção: correspondente à arquitetura do pacote instalado).

    Se o pacote resultante tiver um número de versão maior do que o pacote instalado, o pacote instalado será atualizado e substituído pela atualização candidata selecionada.

    Essa opção tenta evitar as mudanças na arquitetura e no fornecedor dos pacotes instalados; porém, sob determinadas circunstâncias, elas serão toleradas.

    Nota
    Nota: Atualizar sempre

    Se, em vez disso, você escolher Pacote › Todos os Pacotes › Atualizar Sempre, os mesmos critérios serão aplicados, mas o pacote candidato encontrado será sempre instalado. Portanto, essa opção pode levar à instalação de uma versão menos eficiente de alguns pacotes.

  2. Para verificar se os pacotes de uma atualização em massa vêm de determinado repositório:

    1. Escolha o repositório do qual será feita a atualização, conforme descrito na Seção 17.3.1, “Telas para pesquisa de pacotes e padrões”.

    2. Na lateral direita da janela, clique em Comutar pacotes do sistema para as versões neste repositório. Isso permitirá explicitamente ao YaST mudar o fornecedor do pacote quando os pacotes forem substituídos.

      Quando você clicar em Aceitar para prosseguir, todos os pacotes instalados serão substituídos pelos pacotes derivados desse repositório, se disponível. Isso pode levar a mudanças no fornecedor e na arquitetura e, até mesmo, à instalação de uma versão menos eficiente de alguns pacotes.

    3. Para que isso não aconteça, clique em Cancelar comutação de pacotes do sistema para versões no repositório. Observe que você apenas pode cancelar essa opção antes de clicar no botão Aceitar.

  3. Antes de aplicar as mudanças, você pode revisá-las ou modificá-las clicando em Ver › Resumo de Instalação. Por padrão, todos os pacotes que terão seu status modificado são listados.

  4. Se todas as opções forem definidas de acordo com a sua vontade, confirme as mudanças clicando em Aceitar para iniciar a atualização em massa.

17.3.4 Dependências de pacotes

A maioria dos pacotes é dependente de outros. Se um pacote, por exemplo, usa uma biblioteca compartilhada, ele é dependente do pacote que fornece essa biblioteca. Por outro lado, alguns pacotes não podem coexistir, gerando um conflito (por exemplo, só é possível instalar um agente de transferência de mensagens: sendmail ou postfix). Ao instalar ou remover software, o Gerenciador de Software verifica se não há dependências ou conflitos não resolvidos para assegurar a integridade do sistema.

Caso exista apenas uma solução para resolver uma dependência ou um conflito, eles serão resolvidos automaticamente. Várias soluções podem causar conflito que precisa ser resolvido manualmente. Se a solução de um conflito envolver mudança de fornecedor ou arquitetura, também será preciso resolver manualmente. Ao clicar em Aceitar para aplicar qualquer mudança no Gerenciador de Software, será exibida uma visão geral de todas as ações realizadas pelo resolver automático, que você precisará confirmar.

Por padrão, as dependências são verificadas automaticamente. A verificação é realizada sempre que você muda o status de um pacote (por exemplo, marcando o pacote para instalação ou remoção). Esse recurso em geral é útil, mas pode se tornar exaustivo quando um conflito de dependência é resolvido manualmente. Para desabilitar esta função, vá para o menu principal e desative Dependências › Verificar Automaticamente. Faça a verificação manual de uma dependência clicando em Dependências › Verificar Agora. A verificação de consistência é sempre realizada quando você confirma sua seleção pelo botão Aceitar.

Para revisar as dependências de um pacote, clique o botão direito do mouse nele e escolha Mostrar informações do solver. Aparece um mapa mostrando as dependências. Os pacotes já instalados aparecem em um frame verde.

Nota
Nota: Resolvendo Conflitos de Pacote Manualmente

A menos que você tenha bastante experiência, siga as sugestões do YaST quanto à solução de conflitos de pacote; do contrário, talvez não seja possível resolvê-los. Lembre-se de que toda mudança feita possivelmente gera outros conflitos, portanto, você pode acabar com um número crescente de conflitos. Se isso acontecer, você deverá Cancelar o Gerenciador de Software, Abandonar todas as mudanças e iniciar novamente.

Gerenciamento de conflitos do Gerenciador de Software
Figura 17.1: Gerenciamento de conflitos do Gerenciador de Software

17.3.5 Como lidar com as recomendações de pacotes

Além das dependências fortes necessárias para executar um programa (por exemplo, determinada biblioteca), um pacote também pode ter dependências fracas, que agregam funcionalidades ou traduções extras, por exemplo. Essas dependências fracas são chamadas de recomendações de pacote.

A maneira como as recomendações de pacote são tratadas mudou um pouco a partir do SUSE Linux Enterprise Server 12 SP1. Nada mudou na instalação de um novo pacote, os pacotes recomendados ainda são instalados por padrão.

Antes do SUSE Linux Enterprise Server 12 SP1, as recomendações ausentes de pacotes já instalados eram instaladas automaticamente. Agora, esses pacotes não serão mais instalados automaticamente. Para mudar para o padrão anterior, defina PKGMGR_REEVALUATE_RECOMMENDED="yes" em /etc/sysconfig/yast2. Para instalar todas as recomendações ausentes dos pacotes já instalados, inicie o YaST › Gerenciador de Software e escolha Extras › Install All Matching Recommended Packages (Instalar Todos os Pacotes Recomendados Correspondentes).

Para desabilitar a instalação dos pacotes recomendados ao instalar novos pacotes, desative Dependências › Instalar Pacotes Recomendados no Gerenciador de Software do YaST. Se for usar a ferramenta de linha de comando Zypper para instalar pacotes, use a opção --no-recommends.

17.4 Gerenciando repositórios de software e serviços

Para instalar software de terceiros, adicione repositórios de software ao sistema. Por padrão, os repositórios de produto, como o DVD do SUSE Linux Enterprise Server 15 SP1, e um repositório de atualização correspondente serão automaticamente configurados depois que você registrar seu sistema. Para obter mais informações sobre registro, consulte a Seção 8.7, “Registro” ou a Seção 4.8, “Registrando seu sistema”. Dependendo do produto inicialmente selecionado, um outro repositório com traduções, dicionários, etc. também poderá ser configurado.

Para gerenciar repositórios, inicie o YaST e selecione Software › Repositórios de Software. A caixa de diálogo Repositórios de Software Configurados é aberta. Nela, é possível também gerenciar inscrições aos chamados Serviços, mudando a opção Ver no canto direito da caixa de diálogo para Todos os Serviços. Nesse contexto, um Serviço é um RIS (Serviço de Índice de Repositório) que pode oferecer um ou mais repositórios de software. Ele pode ser mudado dinamicamente por seu administrador ou fornecedor.

Cada repositório inclui arquivos que descrevem o conteúdo do repositório (nomes e versões de pacotes, etc). O download desses arquivos de descrição de repositório é feito em um cache local usado pelo YaST. Para assegurar a integridade, os repositórios de software podem ser assinados com a chave GPG do mantenedor do repositório. Sempre que você adicionar um novo repositório, o YaST oferecerá a opção de importar sua chave.

Atenção
Atenção: Confiando em fontes de software externas

Antes de adicionar repositórios de software externos à sua lista de repositórios, verifique se é possível confiar nesse repositório. A SUSE não se responsabiliza por nenhum problema resultante da instalação do software de repositórios de software de terceiros.

17.4.1 Adicionando repositórios de software

Você pode adicionar repositórios de DVD/CD, dispositivos de armazenamento em massa removível (como discos flash), diretório local, imagem ISO ou fonte de rede.

Para adicionar repositórios da caixa de diálogo Repositórios de Software Configurados no YaST, faça o seguinte:

  1. Clique em Adicionar.

  2. Selecione uma das opções listadas na caixa de diálogo:

    Adicionando um repositório de software
    Figura 17.2: Adicionando um repositório de software
    • Para explorar a rede em busca de servidores de instalação que anunciam seus serviços por SLP, selecione Explorar usando SLP e clique em Avançar.

    • Para adicionar um repositório de uma mídia removível, escolha a opção relevante e insira a mídia ou conecte o dispositivo USB na máquina, respectivamente. Clique em Next (Avançar) para iniciar a instalação.

    • Na maioria dos repositórios, será solicitado para você especificar o caminho (ou URL) para a mídia após selecionar a respectiva opção e clicar em Avançar. A especificação do Nome do Repositório é opcional. Se nada for especificado, o YaST usará o nome do produto ou o URL como nome do repositório.

    A opção Baixar os arquivos de descrição do repositório está ativada por padrão. Se você desativá-la, o YaST fará download dos arquivos automaticamente mais tarde, se necessário.

  3. Dependendo do repositório adicionado, talvez seja solicitado que você importe a chave GPG do repositório ou concorde com a licença.

    Após confirmar as mensagens, o YaST fará download e analisará os metadados. Ele adicionará o repositório à lista de Repositórios Configurados.

  4. Se necessário, ajuste as Propriedades do repositório conforme descrito na Seção 17.4.2, “Gerenciando as propriedades do repositório”.

  5. Clique em OK para confirmar as mudanças e fechar a caixa de diálogo de configuração.

  6. Depois que o repositório for adicionado com êxito, o gerenciador de software será iniciado e você poderá instalar pacotes desse repositório. Para obter informações detalhadas, consulte a Capítulo 17, Instalando ou removendo software.

17.4.2 Gerenciando as propriedades do repositório

A visão geral Repositórios de Software Configurados de Repositórios de Software permite mudar as seguintes propriedades de repositório:

Status

O status do repositório pode ser Habilitado ou Desabilitado. É possível instalar apenas pacotes de repositórios habilitados. Para desativar um repositório temporariamente, selecione-o e desmarque Habilitar. É possível também clicar duas vezes no nome do repositório para alternar seu status. Para remover completamente um repositório, clique em Apagar.

Atualizar

Quando o repositório é atualizado, o download da descrição do seu conteúdo (nomes de pacotes, versões, etc.) é feito para um cache local que é usado pelo YaST. É suficiente fazer isso uma vez para repositórios estáticos, como CDs ou DVDs. Já os repositórios que têm seu conteúdo modificado com frequência devem sempre ser atualizados. A maneira mais fácil de manter o cache de um repositório atualizado é usando a opção Atualizar Automaticamente. Para fazer a atualização manual, clique em Atualizar e selecione uma das opções.

Manter os Pacotes Baixados

Os pacotes de repositórios remotos são descarregados antes de serem instalados. Por padrão, eles são apagados após a instalação bem-sucedida. A ativação da opção Manter os Pacotes Baixados impede a exclusão dos pacotes descarregados. O local do download está configurado em /etc/zypp/zypp.conf; por padrão, é /var/cache/zypp/packages.

Prioridade

A Prioridade de um repositório é um valor entre 1 e 200, sendo 1 a prioridade mais alta e 200 a prioridade mais baixa. Qualquer repositório novo adicionado pelo YaST recebe a prioridade 99, por padrão. Se não for importante o valor da prioridade de determinado repositório, você poderá também definir o valor como 0 para aplicar a prioridade padrão ao repositório (99). Se um pacote estiver disponível em mais de um repositório, o repositório com a prioridade mais alta terá preferência. Isso é útil para evitar o download desnecessário de pacotes da Internet, pois concede ao repositório local (por exemplo, um DVD) uma prioridade maior.

Importante
Importante: Prioridade em comparação com a versão

O repositório com a prioridade mais alta tem preferência em qualquer situação. Portanto, verifique se o repositório de atualização sempre tem a prioridade mais alta; do contrário, você poderá instalar uma versão desatualizada que não será atualizada até a próxima atualização online.

Nome e URL

Para mudar o nome de um repositório ou seu URL, selecione-o na lista com um clique único e depois clique em Editar.

17.4.3 Gerenciando chaves de repositório

Para assegurar a integridade, os repositórios de software podem ser assinados com a chave GPG do mantenedor do repositório. Sempre que você adicionar um novo repositório, o YaST oferecerá para importar sua chave. Verifique isso da mesma forma que faz com qualquer outra chave GPG e confirme se ela não foi modificada. Se detectar uma mudança na chave, algo pode ter acontecido de errado no repositório. Desabilite o repositório como fonte de instalação até que você descubra a causa da modificação na chave.

Para gerenciar todas as chaves importadas, clique em Chaves GPG na caixa de diálogo Repositórios de Software Configurados. Selecione uma entrada com o mouse para mostrar as propriedades da chave na parte inferior da janela. Adicione, Edite ou Apague as chaves com um clique nos respectivos botões.

17.5 Atualizador de software do GNOME

A SUSE oferece um fluxo contínuo de patches e atualizações de segurança de software para o seu produto. Eles podem ser instalados usando as ferramentas disponíveis com seu desktop ou executando o módulo do YaST Online Update. Esta seção descreve como atualizar o sistema da área de trabalho do GNOME usando o Atualizador de Pacote.

Diferentemente do módulo Atualização Online do YaST, o Atualizador de Pacote do GNOME não apenas oferece a instalação de patches dos repositórios de atualização, como também novas versões dos pacotes que já estão instalados. (Os patches corrigem problemas de segurança ou falhas. O número da versão e a funcionalidade geralmente não são modificados. As novas versões de um pacote incrementam o número da versão e geralmente adicionam funcionalidade ou incluem mudanças importantes.)

Sempre que houver novos patches ou atualizações de pacote disponíveis, o GNOME mostrará uma notificação na área de notificação ou na tela de bloqueio.

Notificação de atualização na área de trabalho do GNOME
Figura 17.3: Notificação de atualização na área de trabalho do GNOME

Para definir as configurações de notificação para o Atualizador de Pacote, inicie as Configurações do GNOME e escolha Notificações › Atualização de Pacote.

Procedimento 17.1: Instalando patches e atualizações com o atualizador de pacote do GNOME
  1. Para instalar patches e atualizações, clique na mensagem de notificação. Esse procedimento abre o Atualizador de Pacote do GNOME. Se preferir, abra o atualizador em Atividades digitando Atualizador de P e escolhendo Atualizador de Pacote.

  2. As atualizações são classificadas em quatro categorias:

    Atualizações de Segurança (Patches)

    Corrigem riscos graves à segurança e sempre devem ser instaladas.

    Atualizações Recomendadas (Patches)

    Corrigem problemas que podem comprometer o computador. É altamente recomendável instalá-las.

    Atualizações Opcionais (Patches)

    Corrigem problemas não relacionados à segurança ou aplicam melhorias.

    Outras Atualizações

    Novas versões dos pacotes que estão instalados.

    Todas as atualizações disponíveis estão pré-selecionadas para instalação. Se você não deseja instalar todas as atualizações, primeiro anule a seleção das atualizações indesejadas. É altamente recomendável sempre instalar todas as atualizações de segurança e recomendadas.

    Para obter informações detalhadas sobre uma atualização, clique no título dela e depois em Detalhes. As informações serão exibidas em uma caixa abaixo da lista de pacotes.

  3. Clique em Instalar Atualizações para iniciar a instalação.

  4. Algumas atualizações podem exigir a reinicialização da máquina ou o logout. Leia a mensagem exibida após a instalação para obter instruções.