Jump to contentJump to page navigation: previous page [access key p]/next page [access key n]
Aplica-se a SUSE Linux Enterprise Server 15 SP1

4 Instalação no IBM POWER

Resumo

Este capítulo descreve o procedimento para preparação da instalação do SUSE® Linux Enterprise Server em sistemas IBM POWER.

4.1 Requisitos de hardware

O sistema operacional SUSE® Linux Enterprise Server pode ser operado em servidores IBM POWER Para orientá-lo durante a fase de planejamento, os requisitos mínimos são apresentados aqui.

Servidores suportados

Para ter certeza de que determinada configuração do computador vai funcionar, verifique o banco de dados do hardware certificado pelo SUSE. Há uma lista de hardwares certificados em http://www.suse.com/yessearch/Search.jsp. O SUSE Linux Enterprise Server pode suportar outros sistemas IBM POWER que não constem na lista. Para obter as informações mais recentes, consulte o Centro de Informações da IBM para Linux em http://www.ibm.com/support/knowledgecenter/linuxonibm/liaam/liaamdistros.htm.

Requisitos de memória

Há necessidade de pelo menos 1024 MB de memória para a instalação mínima. Para instalações remotas por HTTP ou FTP, adicione mais 150 MB. Observe que esses valores apenas são válidos para a instalação do sistema operacional, o requisito de memória real em produção depende da carga de trabalho do sistema.

Requisitos do disco rígido

Os requisitos de disco dependem amplamente da instalação selecionada e de como você usa sua máquina. Normalmente, você precisará de mais espaço do que o próprio software de instalação para que um sistema funcione de forma adequada. Estes são os requisitos mínimos para diferentes seleções:

Escopo da Instalação

Requisitos Mínimos de Disco Rígido

Modo de Texto

1.5 GB

Sistema Mínimo

2.5 GB

Área de trabalho do GNOME

3 GB

Todos os padrões

4 GB

Mínimo Recomendado (sem instantâneos do Btrfs): 10 GB

Mínimo Necessário (com instantâneos do Btrfs): 16 GB

Mínimo Recomendado (com instantâneos do Btrfs): 32 GB

Se a partição raiz for menor do que 10 GB, o instalador não fará uma proposta de particionamento automatizada, e você precisará criar as partições manualmente. Portanto, o tamanho mínimo recomendado para a partição raiz é de 10 GB. Para habilitar os instantâneos do Btrfs no volume raiz para permitir rollbacks do sistema (consulte o Chapter 7, System Recovery and Snapshot Management with Snapper), o tamanho mínimo para a partição raiz é de 16 GB.

Os servidores devem ser equipados com o firmware mais recente antes da instalação do SUSE Linux Enterprise Server. Encontre um firmware atualizado em IBM FixCentral (http://www.ibm.com/support/fixcentral/). Selecione seu sistema na lista de grupos de produtos. O software adicional está disponível no IBM PowerLinux Tools Repository. O IBM Tools Repository também é chamado de Repositório YUM. Para obter mais informações sobre como usar o IBM PowerLinux Tools Repository, consulte https://ibm.biz/Bdxn3N.

4.2 Preparação

Esta seção descreve as etapas preparatórias que devem ser executadas antes da instalação real do SUSE Linux Enterprise Server. O procedimento de instalação depende do sistema utilizado. Os seguintes métodos são suportados:

Se o SUSE® Linux Enterprise Server precisa ser instalado em vários sistemas ou partições, é recomendável criar uma fonte de instalação de rede. A mesma fonte pode ser usada para a instalação simultânea em várias partições ou sistemas. A configuração de uma fonte de instalação de rede é descrita na Seção 14.1, “Configurando um servidor de instalação usando YaST”.

4.2.1 Instalação em uma partição usando IVM

Este guia ajuda a instalar o SUSE Linux Enterprise Server em uma partição de servidor Power Systems usando a interface da Web do Integrated Virtualization Manager (IVM). Antes de iniciar a instalação, verifique se os seguintes requisitos foram cumpridos:

  • O Linux no Power Systems está ligado

  • O servidor de E/S Virtual está instalado

  • O IVM foi inicialmente configurado

Procedimento 4.1: Efetue login na interface da Web do IVM
  1. Abra uma janela do browser da Web e conecte-se usando o protocolo HTTP ou HTTPS para o endereço IP atribuído ao IVM durante o processo de instalação (por exemplo, https://ENDEREÇO_IP). A janela de boas-vindas é exibida.

  2. Efetue login como o usuário padmin, inserindo a senha que você definiu durante o processo de instalação. A interface do IVM é exibida.

  3. Selecione Visualizar/Modificar Ethernet Virtual.

  4. Clique em Inicializar Ethernet Virtual para fornecer a conectividade de Ethernet entre as partições.

  5. Quando a Ethernet Virtual for inicializada, clique em Aplicar.

  6. Se a instalação exigir rede externa, crie uma ponte Ethernet virtual.

    1. Selecione a guia Ponte Ethernet Virtual.

    2. Selecione o adaptador físico para a ponte e clique em Aplicar para prosseguir.

Em seguida, crie uma partição seguindo estas etapas:

Procedimento 4.2: Criar uma Partição
  1. Na interface da Web do IVM, clique em Visualizar/Modificar Partições › Criar partição.

  2. Insira um nome para a partição. Para ir à próxima etapa, clique em Avançar nesta e nas etapas seguintes.

  3. Especifique a memória da partição. Se você criou um pool de memória compartilhada, as partições podem compartilhar memória. Do contrário, selecione Dedicado.

  4. Especifique o número de processadores e o modo de processamento para a partição.

  5. Especifique uma Ethernet virtual para a partição. Se você não deseja configurar um adaptador, selecione nenhum para a Ethernet virtual.

  6. Crie um novo disco virtual ou atribua discos virtuais existentes e volumes físicos que não estejam atribuídos a nenhuma partição.

  7. Verifique o Nome do disco virtual e o Nome do pool de armazenamento do disco e especifique o Tamanho do disco virtual.

  8. Configure dispositivos óticos para a partição, expandindo Dispositivos Óticos Físicos e Dispositivos Óticos Virtuais e selecione o(s) dispositivo(s) que você deseja atribuir à partição.

  9. Verifique as definições de configuração da partição e clique em Concluir. A partição é criada e disponibilizada na lista Visualizar/Modificar Partições.

Agora ative a partição que você criou:

Procedimento 4.3: Ativar a partição
  1. Na interface da Web do IVM, clique em Visualizar/Modificar Partições e marque a caixa ao lado da partição que deseja ativar.

  2. Selecione Mais tarefas.

  3. Selecione Abrir janela do terminal.

  4. Clique em Ativar ao lado da partição.

  5. Na janela do terminal, digite 1 para iniciar os serviços de gerenciamento de sistema (SMS).

A máquina é configurada, e você pode inicializar na instalação:

Procedimento 4.4: Inicializar a instalação do Linux
  1. Na janela de seleção de boot, digite 1 para selecionar o Menu do SMS. Digite 1 antes que a tela de boot do firmware apareça completamente, porque ela vai desaparecer após a conclusão. Se você não digitar a tempo, reinicialize o sistema.

  2. Agora, você pode inserir o disco de mídia do Servidor de E/S Virtual (VIOS) na unidade de disco.

  3. Digite 2 para inserir a senha no menu Seleção de Idioma. Digite a senha do ID de admin.

  4. No menu principal do SMS, digite 5 para escolher Selecionar Opções de Boot.

  5. Digite1para selecionarDispositivo de instalação/Boot.

  6. Digite 7 para ver todos os dispositivos de boot disponíveis.

  7. Digite o número correspondente ao dispositivo que você deseja usar. Se o dispositivo não constar na lista, digite N para exibir mais.

  8. Digite 2 para executar um Boot no Modo Normal.

  9. Digite 1 para sair do menu do SMS e iniciar o processo de boot.

  10. No prompt de boot do instalador, digite

    install vnc=1
    vncpassword=VNC_PASSWORD

    Substitua VNC_PASSWORD por uma senha de sua escolha (tamanho mínimo de oito caracteres) e pressione Enter para iniciar a instalação do SUSE Linux Enterprise Server. O kernel iniciará o carregamento.

Depois que o kernel iniciar o carregamento, o instalador precisará de algumas informações do sistema para configurar uma sessão VNC. Você deve ter uma pilha de TCP/IP válida para usar o VNC. Use o DHCP ou defina manualmente as informações de rede seguindo as instruções apresentadas pelo instalador.

Procedimento 4.5: Iniciar a sessão VNC
  1. Na janela Dispositivo de rede, selecione eth0 como dispositivo de rede. Selecione OK e pressione Enter.

  2. Teste a mídia de instalação. Se preferir continuar sem o teste, selecione Ignorar.

  3. Depois que o sistema iniciar o servidor VNC, você verá uma mensagem para conectar o cliente VNC seguida de um endereço IP. Anote esse endereço IP.

  4. Inicie um cliente VNC no laptop ou PC. Digite o endereço IP da etapa anterior seguido por :1, por exemplo, 192.168.2.103:1.

  5. Conclua a instalação como descrito na Capítulo 8, Etapas de instalação.

4.2.2 Instalação em servidores sem camada de abstração OpenPower

Siga estas informações para instalar o Linux usando um console serial ou um monitor e teclado em um servidor Power Systems. A instalação considera que um sistema não gerenciado (independente) esteja pronto para inicializar.

  1. Ligue o sistema selecionando Ligar no menu Ligar/Desligar Sistema. Quando for perguntado se você deseja continuar usando o console, digite 0 para confirmar.

  2. Insira a mídia de instalação do SUSE Linux Enterprise Server na unidade de disco.

  3. Na janela de seleção de idioma, digite 2 para continuar a inicialização.

  4. Digite 1 para aceitar o contrato de licença.

  5. Na janela de seleção de boot, digite 1 para selecionar o Menu do SMS. Digite 1 antes que a tela de boot do firmware apareça completamente, porque ela vai desaparecer após a conclusão. Se você não digitar a tempo, reinicialize o sistema.

  6. Digite 2 para inserir a senha no menu Seleção de Idioma. Digite a senha do ID de admin.

  7. No menu principal do SMS, digite 5 para escolher Selecionar Opções de Boot.

  8. Digite 7 para ver todos os dispositivos de boot disponíveis.

  9. Digite o número correspondente ao dispositivo que você deseja usar. Se o dispositivo não constar na lista, digite N para exibir mais.

  10. Digite 2 para executar um Boot no Modo Normal.

  11. Digite 1 para sair do menu do SMS e iniciar o processo de boot.

  12. No prompt de boot do instalador, digite

    install vnc=1
    vncpassword=VNC_PASSWORD

    Substitua VNC_PASSWORD por uma senha de sua escolha (tamanho mínimo de oito caracteres) e pressione Enter para iniciar a instalação do SUSE Linux Enterprise Server. O kernel iniciará o carregamento.

Depois que o kernel iniciar o carregamento, o instalador precisará de algumas informações do sistema para configurar uma sessão VNC. Você deve ter uma pilha de TCP/IP válida para usar o VNC. Use o DHCP ou defina manualmente as informações de rede seguindo as instruções apresentadas pelo instalador.

Procedimento 4.6: Iniciar a sessão VNC
  1. Na janela Dispositivo de rede, selecione eth0 como dispositivo de rede. Selecione OK e pressione Enter.

  2. Teste a mídia de instalação. Se preferir continuar sem o teste, selecione Ignorar.

  3. Depois que o sistema iniciar o servidor VNC, você verá uma mensagem para conectar o cliente VNC seguida de um endereço IP. Anote esse endereço IP.

  4. Inicie um cliente VNC no laptop ou PC. Digite o endereço IP da etapa anterior seguido por :1, por exemplo, 192.168.2.103:1.

  5. Conclua a instalação como descrito na Capítulo 8, Etapas de instalação.

4.3 Para obter mais informações

Há mais informações sobre o IBM PowerLinux disponíveis na SUSE e IBM:

  • A Base de Dados de Conhecimento de Suporte SUSE em https://www.suse.com/support/kb/ é uma ferramenta de Ajuda eficiente para auxiliar os clientes na solução de problemas. Pesquise a base de dados de conhecimento no SUSE Linux Enterprise Server usando palavras-chave como POWER.

  • Encontre alertas de segurança em https://www.suse.com/support/security/. O SUSE também mantém duas listas de discussão relacionadas à segurança, nas quais qualquer pessoa pode se inscrever.

    • suse-security — Discussão geral sobre a segurança do Linux e do SUSE. Todos os alertas de segurança do SUSE Linux Enterprise Server são enviados para esta lista.

    • suse-security-announce — A lista de discussão do SUSE exclusivamente para alertas de segurança.

  • Em caso de erros de hardware, consulte no painel de controle os códigos que podem aparecer. Você pode pesquisar qualquer código no IBM Power Systems Hardware Information Center em https://ibm.biz/Bdxn3T.

  • Para obter dicas sobre solução de problemas, consulte o tópico de Perguntas Frequentes do IBM PowerLinux no Information Center em https://ibm.biz/Bdxn35.

  • Para participar da lista de discussão linuxppc-dev, registre-se usando os formulários disponíveis em http://lists.ozlabs.org/listinfo/linuxppc-dev/.

Imprimir esta página